Cartas para redação

0 96

Mais uma reclamação
Não sendo chato, mas insistente, já escrevi para o Jornal de Vila Carrão em janeiro deste ano e obtive retorno, então, gostaria de enviar minha reclamação novamente para que este periódico a publique. Sou Ângelo, moro nas imediações no Jd. Têxtil e as margens do córrego rapadura estão completamente abandonadas, com mato alto, sujeira e lixo por todo lado. A Prefeitura costuma carpir a grama de cima, mas se você observar atentamente para dentro do rio, o lixo está tomando uma proporção tão grande que rezo para não chover, pois se isso acontecer, o curso da água será obstruído pela quantidade de lixo. Sem contar a proliferação de ratos e insetos que transmitem doenças graves. Poxa, pagamos altos impostos. Será que não há uma verbinha para limpar toda essa sujeira e intensificar a fiscalização para que os munícipes não joguem mais lixo neste local? No início de outubro tentei falar com um rapaz que jogou uma porta dentro do rio e quase fui apedrejado. Vejo esse relaxo diariamente mas não posso falar nada, se não um dia serei morto. Espero que a Prefeitura faça algo pela nossa região. Grato. Ângelo França, via portal SP Jornal.

Eu fui sorteada
Ganhei um par de ingresso pelo Jornal para ir ao show do Sérgio Mallandro no Quintal do Espeto e amei a cortesia. Fiz o compartilhamento da imagem mas não acreditei muito na hora que poderia ser sorteada, já que não ganho nem uma tigela de plástico em sorteios. Amei o show, amei o lugar e amei ser sorteada. Eu e meu noivo precisamos de um momento de descontração e quando é de graça, melhor ainda. Obrigada a todos que nos proporcionaram esse momento. Valeu! Aline Santana, via FanPage do SP Grupo.

Reportagem sobre rua
Sobre a reportagem da Rua Oswaldo Arouca que vocês fizeram achei muito interessante e sou super a favor de um semáforo naquela região. Acho que está mais do que na hora, inclusive. Meu filho estuda no Colégio Melo Aragão e eu corro riscos para atravessar a rua com ele pois não há semáforos, faixa de pedestre ou qualquer outra sinalização para pedestres. Às vezes, minha mãe vai buscá-lo a pé e sempre volta reclamando do perigo de atravessar naquela rua. Tomara que a reportagem repercuta ao ponto da CET nos ajudar. Os pedestres agradecem! Silvana Dias Souto, via e-mail.

Ciclofaixa
Quem trafega pela Rua Taubaté consegue observar o quanto bem planejada foi a ciclofaixa naquele espaço. Tive a oportunidade de percorrer todo o espaço e é legal observar que o trânsito foi redesenhado para que o projeto de mobilidade flua melhor. O único grande problema é o fato de que criar uma ciclovia é legal, porém, fazer a manutenção nos parece mais difícil. Durante o percurso tem muitas plantas nascendo no entorno da via. Isso é uma obrigação da Prefeitura observar, assim como alguns buracos. Quanto ao lixo, muitas vezes jogado porcamente na rua, neste caso, a culpa é toda dos cidadãos mal educados. Jorge Advaldo Soleira, por e-mail.

Comentários
Carregando...