Ciclovias na Vila Carrão sofrem com falta de manutenção

32
Vias estão apagadas e postes de segurança foram arrancados

Os ciclistas que percorrem as ruas da Zona Leste reclamam cada vez mais sobre as condições das ciclovias da região. Entre os problemas enfrentados estão buracos, lixo, galhos de árvore e a falta de conexão.

É o que relata Elisbete Moreira, 51, moradora da Vila Formosa e usuária das vias. “A ciclofaixa está cheia de buracos, muitas árvores caídas sobre a faixa. Além disso, há vários ferros de proteção quebrados.”, comenta.

Durante a semana, a reportagem do Jornal de Vila Carrão (JVC) percorreu a extensão da ciclofaixa localizada na Avenida Taubaté. A via possui uma extensão de 2 km e oferece acesso à Avenida Conselheiro Carrão. O projeto inicial era que a ciclovia se conectasse com o Terminal Vila Carrão. Mas até o momento, a conexão ainda não ocorreu.

Quem a utiliza também divide espaço com o lixo. Em diversos pontos no canteiro central que acompanha a ciclofaixa há zonas de descarte irregular de materiais inservíveis. O acúmulo desses materiais acaba invadindo a via e atrapalhando a circulação dos ciclistas. É comum cacos de vidro espalhados, impedindo a passagem das bikes que tem seus pneus perfurados.

Outro problema constatado pela reportagem é a falta dos postes de segurança. Diversas barras estão caídas pela ciclovia ou foram completamente arrancadas, colocando em risco a segurança dos usuários.

Uma das principais reclamações dos munícipes são os buracos e a pintura apagada. Em toda a extensão há várias zonas onde a pintura praticamente não é mais vista. Principalmente, nos pontos de cruzamentos entre a Avenida Taubaté e as demais ruas do bairro.

Ciclovias em São Paulo

A falta de manutenção das ciclovias não é uma exclusividade da zona leste da cidade. Hoje, São Paulo soma 468 km de ciclofaixas espalhadas pela capital.

No entanto, as reclamações em relação ao descaso com a zeladoria das vias são generalizadas. Em setembro de 2017, questionada pelo portal G1 sobre o problema, a CET informou que realizaria um projeto sobre as condições de uso da malha cicloviária e elaboraria um plano de ação para revitalização das vias.

Procurada pela reportagem do JVC para esclarecimentos sobre as condições na Ciclovia Taubaté, até a publicação dessa matéria, o órgão não se manifestou.

Reportagem: Barbara Novaes. Foto: Julio Gomes

Comentários
Carregando...