Defensoria Pública promove na Alesp mutirão para reconhecimento de paternidade

32
Ação será realizada em três etapas. O atendimento é prestado a pessoas que tenham renda familiar de até três salários mínimos

A Defensoria Pública de São Paulo promove a partir desta terça-feira (14), em parceria com a Assembleia Legislativa (Alesp) e a Unesp, um mutirão para investigação e reconhecimento de paternidade. O atendimento será realizado no posto de atendimento da Defensoria na Alesp, das 13h às 17h, até o dia 24 de agosto (exceto sábado e domingo).

O atendimento terá três etapas: na primeira, a Defensoria receberá as mães – ou outras pessoas que detenham a guarda da criança ou do adolescente – interessadas no procedimento, para que indiquem o suposto pai. Caso ele se disponibilize a comparecer voluntariamente, será agendada a coleta de material genético (saliva) para exame de DNA. A análise será feita pela Unesp na própria Casa Legislativa, numa segunda etapa do mutirão. Por fim, haverá a entrega dos laudos após a análise de DNA.

As pessoas interessadas no atendimento devem levar os seguintes documentos: documentos pessoais próprios da mãe ou do guardião (ex.: RG, CPF, carteira de motorista e, para guardião, termo de guarda); documentos da criança ou adolescente (ex.: certidão de nascimento da criança ou do adolescente, RG, CPF); documentos que comprovem renda familiar (ex.: carteira de trabalho, demonstrativo de pagamento, extrato de conta corrente, declaração de imposto de renda); comprovante de residência; dados ou documentos de identificação do suposto pai (ex.: RG, CPF, carteira de motorista, se possuir); endereço residencial ou profissional do suposto pai.

O atendimento da Defensoria Pública é prestado, em regra, a pessoas que tenham renda familiar de até três salários mínimos.

Serviço:

Mutirão de investigação e reconhecimento de paternidade
Data: 14 a 24 de agosto (exceto sábado e domingo)
Horário: das 13h às 17h
Local: posto de Atendimento da Defensoria Pública naAssembleia Legislativa de São Paulo
Endereço: Av. Pedro Álvares Cabral, 201, sala T.71

Reportagem: Da redação. Foto: Divulgação.

Comentários
Carregando...