M’Boi Mirim recebe novos leitos para tratar pacientes com covid-19

Unidade faz parte de uma parceria da Prefeitura de São Paulo com empresas privadas

52

Nesta segunda-feira (27), a Prefeitura de São Paulo entregou 100 novos leitos de observação para pacientes com suspeita de infecção pelo novo coronavírus em uma ala anexa ao Hospital Municipal M’Boi Mirim – Dr. Moysés Deutsc, na Zona Sul da cidade.

A obra, que teve início em 24 de março, foi realizada em parceria com as empresas Ambev, Gerdau e o Hospital Israelita Albert Einstein e é destinada à internação de pacientes de média complexidade. Pacientes com casos mais graves de covid-19, que dependem dos leitos em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), ficarão no prédio antigo do hospital.

Ao todo, o Hospital Municipal M’Boi Mirim tem, agora, 514 leitos. Segundo o prefeito Bruno Covas (PSDB), a estrutura anexa permanecerá após a pandemia.

Na subprefeitura M’Boi Mirim (composta pelos distritos Jardim Ângela e Jardim São Luís), vivem aproximadamente 631.925 habitantes.

Covas também prometeu mais 1.400 leitos na capital: “A cidade de São Paulo tinha 507 leitos de UTI e vamos chegar a mais 1.400 leitos. Temos tido uma ocupação média de 70% nos leitos de UTI na cidade e já estamos buscando novas estratégias como alugar leitos de UTI em hospitais privados”, consta a informação no site da Prefeitura.

Do total de leitos prometidos, metade deve ser entregue até o fim deste mês de abril e a outra metade até o fim de maio.

 

Por: Eduardo Silva – 32xSP.  Foto: Marcelo Pereira/SECOM.

Para conferir outros conteúdos como este, acesse a home de nosso site.

Comentários
Carregando...