Universidade desenvolve cortina de sanitização 8x mais barata

Produto é altamente eficaz na destruição do vírus na superfície da pele e não possui efeito tóxico

30

A Universidade UNG, por meio de uma equipe de docentes e alunos, desenvolveu um projeto de Cortina de Sanitização. O equipamento foi idealizado e montado em três semanas, no complexo do laboratório das engenharias do campus Centro.

O aparelho foi analisado por engenheiros químicos, profissionais de farmácia e químicos especializados da Universidade e será submetido à uma comissão técnica, seguido de testes.

O conceito do equipamento utiliza sistema de bicos nebulizadores que permitem pulverizar a solução sanitizante nas entradas e saídas de ambientes. A líquido é feito à base de clorhexidina, eficiente para desinfecção de superfícies vivas e inanimadas.

Segundo o coordenador dos cursos de Engenharia da UNG, Adriano José Garcia, o aparelho não necessita de autorização específica, pois é um agente antisséptico de uso livre e possui o percentual estabelecido pelos órgãos de saúde.

“Dependendo da marca e modelo, os equipamentos podem ser comprados por um valor a partir de mil reais. O aparelho da UNG tem um custo unitário de R$120, oito vezes menor que os disponíveis no mercado.  A próxima etapa, após ensaios, é o acesso em ambiente hospitalar para o segundo estágio de análise”, explica.

 

Notícia: Da Redação.  Foto: Divulgação.

Para conferir outros conteúdos como este, acesse a home de nosso site.

Comentários
Carregando...