Saúde entrega UPA Jabaquara com usina de oxigênio própria

A 16ª UPA da cidade deve realizar cerca de 5 mil atendimentos por mês

11

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), entregou nesta terça-feira (20), a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Jabaquara, localizada na zona sul da cidade.

A UPA é vinculada à Coordenadoria Regional de Saúde (CRS) Sudeste e será administrada pela Organização Social de Saúde (OSS) Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM), por meio de contrato de gestão com a Secretaria Municipal da Saúde (SMS).

Para o secretário da Saúde, Edson Aparecido, a UPA Jabaquara vai apoiar no atendimento de toda a população da região, além de desafogar o pronto socorro do Hospital Municipal Arthur Ribeiro de Saboya. “Toda a região vai se beneficiar dessa nova unidade, que vem para complementar o atendimento tanto agora como no período pós pandemia”.

De acordo com o vice-prefeito Ricardo Nunes a inauguração da UPA Jabaquara, com uma mini-usina de oxigênio é uma conquista para a cidade de São Paulo. “Agradecemos todo o empenho dos funcionários da saúde, na presença do secretário Edson Aparecido, um líder” disse.

“Esta nova unidade representa um grande marco para a assistência em saúde da população do Jabaquara. Com certeza, um grande avanço, que beneficiará e muito a  população”, afirmou Mário Monteiro, Superintendente da SPDM, que irá administrar o local.

A unidade oferecerá atendimentos de complexidade intermediária em clínica médica pediátrica e adulto, além de exames laboratoriais, de raios-X e de eletrocardiografia.

Para o atendimento, foram admitidos 425 funcionários, entre técnicos de saúde e da área administrativa. A estrutura física da UPA é composta por 11 consultórios, três salas de espera, três salas de avaliação de risco, um posto de enfermagem, uma sala de aplicação de medicamento, uma sala de inalação, uma sala de coleta, uma sala de curativo e sutura, dois quartos de isolamento, uma sala de emergência com um leito de choque e seis leitos gerais, uma sala de observação infantil com quatro leitos e uma sala de observação adulta com 14 leitos.

A construção da UPA foi realizada pela Secretaria de Infraestrutura Urbana e Obras (SIURB), no valor de R$ 5.781.699.63, sendo R$ 2.926.987,35 com recursos da administração municipal e R$ 2.854.712,28 com recursos federais. A aquisição de equipamentos e mobiliário foi feita pela SPDM, no valor de R$ 3.231.157,00, e o custo médio mensal da unidade será de R$ 461.358,81.

Reportagem: Redação.  Foto: Divulgação.

Se você quer conferir outros conteúdos como este aproveite e acesse a home de nosso site.

Comentários
Carregando...