Rio Pinheiros: equipe chinesa vem ao Brasil para inspeção

Com a chegada do grupo, teve início a montagem dos equipamentos do circuito elétrico fabricados no país asiático

45

Chegaram ao Brasil os inspetores chineses da empresa Chint Electric Co, fabricante dos equipamentos do circuito elétrico da subestação a gás (GIS), que está sendo construída na Usina São Paulo. A vinda da equipe era essencial para o início da montagem dessas peças. Essa é uma das etapas mais críticas do projeto, desde o seu início, em maio de 2020.

Foram adotados alguns procedimentos de acesso à sala da GIS durante a montagem para não comprometer os serviços e haver a necessidade de retrabalho. O ambiente precisa estar o tempo todo limpo, com controle de umidade e com a circulação de pessoas restringida.

Os trabalhos continuam em ritmo acelerado e, nos últimos dias, foram entregues diversos equipamentos, como para-raios, seccionadoras, transformadores de corrente e de potência, buchas, estruturas metálicas de sustentação, retificadores, bancos de baterias, entre outros.

A nova subestação de energia da Usina São Paulo deve entrar em funcionamento no próximo semestre oferecendo mais confiabilidade no fornecimento de energia para a usina. As obras, que estão sendo realizadas pela EMAE, foram iniciadas em maio do ano passado com investimento de R﹩ 40 milhões de reais.

Mais moderna em relação à Estação Transformadora de Usina (ETU) já existente no local, a nova subestação está sendo construída no conceito de GIS – subestação isolada a gás SF6 (hexafluoreto de enxofre), que diminui a área total ocupada em torno de 75%.

Como ocupará uma área menor do que a atual, o espaço periférico da usina será utilizado para os projetos do programa “Novo Rio Pinheiros”, que prevê a despoluição do rio e a revitalização do seu entorno até 2022.

Reportagem: Redação.  Foto: Divulgação.

Se você quer conferir outros conteúdos como este aproveite e acesse a home de nosso site.

Comentários
Carregando...