Pacaembu inicia as obras de restauro e modernização do Complexo

Com a liberação por parte da Prefeitura de São Paulo, as intervenções no Pacaembu começam pelo tobogã

39

A Concessionária Allegra Pacaembu iniciou no dia 29 de junho as obras de reforma, modernização e restauro do Complexo Pacaembu. A intervenção começou pela demolição da arquibancada Sul, conhecida como tobogã, dando espaço a uma nova edificação, que permitirá maior integração entre as áreas do Complexo. Na sequência, serão reformadas as arquibancadas laterais leste e oeste, criando novos espaços para eventos e hospitalidade. O museu do futebol seguirá em operação normal.

O objetivo da obra é elevar o nível de conforto e segurança em todo o Complexo, transformando o equipamento octogenário no maior e melhor centro de convivência, esporte, cultura e lazer da cidade. O clube poliesportivo também será totalmente restaurado, recuperando a arquitetura original, da década de 1940, e seguindo as diretrizes dos Conselhos de preservação do patrimônio histórico.

“Nosso desejo é manter viva a história do Pacaembu. Essa obra será executada com todo zelo e respeito ao patrimônio, orientada para o futuro, iniciando uma nova fase desse ícone de São Paulo. O projeto entregará aos paulistanos um espaço público mais democrático, plural e acessível, resgatando os pilares originais de cultura e lazer, além de potencializar o seu uso esportivo”, afirma Eduardo Barella, CEO da Allegra Pacaembu.

No lugar do tobogã será construído um edifício multifuncional, com espaços pensados para proporcionar experiências únicas, diferente do que São Paulo conhece. O projeto prevê um grande centro de convenções e eventos, construído no subsolo, junto a um novo estacionamento. O térreo será permeável, com áreas cobertas interligadas: (i) ao norte a uma esplanada ao ar livre com vista para o gramado; e (ii) ao sul para um Boulevard que transformará o atual estacionamento em um espaço vivo, uma praça interna de convivência com ampla oferta de alimentação e serviços, oferta que também estará presente na cobertura da nova edificação, onde haverá áreas públicas, restaurantes e um café, conectando as ruas Desembargador Paulo Passaláqua e Itápolis.

O projeto paisagístico respeita os maciços arbóreos presentes no Pacaembu, formado por indivíduos notáveis, de espécies nativas e exóticas, tais como Jacarandá, Mangueira, Pitangueira, Figueira, Abacateiro, Pinheiro Americano, Pau-ferro, entre outras espalhadas por todo o Complexo.

Reportagem: Da Redação.  Foto: Divulgação.

Se você quer conferir outros conteúdos como este aproveite e acesse a home de nosso site.

Comentários
Carregando...